História da Espanha

 

 

Espanha Turismo

 

Na antiguidade a Península Ibérica foi habitada por celtas, fenícios, gregos e cartagineses. Em 49 aC a região foi  conquistada e unificada pelo Império Romano.

No século 4, teve início as invasões de tribos bárbaras, com predomínio final dos visigodos. No século 8, os mouros, que já dominavam o norte da África, estenderam seu domínio à Península Ibérica. Nos séculos seguintes os cristãos foram gradativamente reconquistando a Península, sendo Granada o último domínio mouro.

Após séculos de luta, a reunificação da Espanha foi finalmente concluída em 1492, com a retomada de Granada e o casamento dos reis católicos: Isabel I de Castela e Fernando II de Aragão.

O período seguinte é de prosperidade para a Espanha, com forte investimento na expansão marítima, seguindo Portugal, a maior potência da época.

A viagem de Cristóvão Colombo, sob patrocínio espanhol, tornaram as Antilhas conhecidas na Europa. Nas décadas seguintes, a exploração da América trouxe enorme quantidade de metais preciosos e pau brasil. Colombo, entretanto, desembarcou em terras portuguesas pelo Tratado de Alcáçovas. O conflito com Portugal deu origem ao Tratado de Tordesilhas, em 1494.

Em 1580, Felipe II reivindicou o trono de Portugal. A União Ibérica transformou a Espanha na maior potência econômica do Planeta, na época. Em 1588, a armada espanhola, considerada invencível, tentou invadir a Inglaterra, mas foi derrotada, com grande perda para Império Espanhol.

Portugal separou-se da Espanha, em 1640.

No início do século 19, as colônias espanholas americanas iniciaram movimentos de  independência. Em 1898, a Guerra Hispano-Americana resultou no fim do Império Espanhol, com a maior parte do restante das colônias espanholas cedidas para os Estados Unidos.

Guerra Civil Espanhola (1936 - 1939).

No início do século 20, havia agitação anarquista e um movimento separatista da Catalunha. Em 1931, o rei Alfonso XIII foi deposto. Conflitos entre as forças de esquerda, que governaram a Espanha de 1931 a 1933, e de centro-direita (1933 a 1935) culminaram na Guerra Civil Espanhola. Francisco Franco tornou-se ditador no início da guerra civil e dela saiu vencedor. O País, exausto e em ruínas, permaneceu neutro durante a Segunda Guerra Mundial.

Em 1969, Juan Carlos I de Bourbon foi nomeado rei. Mas Franco continuou como chefe de governo até a sua morte, em 1975. O rei Juan Carlos teve, então, importante participação na transição democrática. Em 1986, a Espanha aderiu à União Europeia, seguindo-se um próspero período econômico.

 

Historia

 

 

Catedral de Santa Maria, em Burgos. As obras de construção da catedral, em estilo gótico com inspiração francesa, foram iniciadas em 1221, por iniciativa de Fernando III, e concluídas no século 16.

 

Mapa Historico

 

 

 

Espanha

 

Catedral Espanha

 

Espanha

 

Guernica (1937) a obra de Picasso que retrata os horrores da cidade basca bombardeada durante a Guerra Civil pela força aérea alemã. A tela foi enviada de Nova York para a Espanha apenas em 1981, atendendo o desejo do pintor de que seu país recebesse a pintura somente após tornar-se uma democracia. Arte na Espanha

 

Copyright © Guia Geográfico - História da Espanha, Guernica, rei Juan Carlos I, Catedral de Santa Maria, em Burgos. Felipe III, Sevilla. Monumentos Históricos.

 

Historia

 

Felipe III pintado por Diego Velázquez, 1631–36. Museu do Prado.

 

Universidade Salamanca

 

Plaza de Espanha na cidade histórica de Sevilla, , Andaluzia. A cidade esteve sob o controle dos mouros de 711 a 1248, tornando-se um importante centro comercial e cultural.

 

Sevilla Espanha

 

Fachada de prédio da Universidade de Salamanca, uma das mais antigas da Europa (Foto Valyag).

 

Guernica

 

Felipe III

 

Granada

 

História da Espanha